175 anos do Nascimento da Beata Maria Clara

 

CLARA, UMA LUZ NA NOITE!

 

 PODE COMPRAR OS BILHETES PARA O ESPETÁCULO MUSICAL CLARA UMA LUZ NA NOITE EM:

  • www.bol.pt
  • Auditório da Boa Nova
  • Confhic
  • Centro comunitário da Parede
  • Fnac
  • Worten
  • El corte Inglês
  • Lojas CTT e Note!
  • ABEP
  • Pousadas da Juventude
  • Serveasy

Celebração jubilar pelo 175.º aniversário da Beata Clara do Menino Jesus

Vigilante na noite sob o olhar providente de Deus

No passado dia 17 de Junho de 2018, as Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição (CONFHIC) encerraram o ano jubilar do 175.º aniversário do nascimento da Fundadora, a beata Maria Clara.Esta solene celebração realizou-se na Igreja Matriz de Queijas, às 11h00, presidida por D. Manuel Clemente, Cardeal-Patriarca de Lisboa, contando com a presença do pároco, Pe. Alexandre Santos, do Pe. António Moreno, de Quintanar del Rey, do Fr. Joaquim Cerqueira e do Superior Provincial dos Franciscanos, Fr. Armindo Carvalho.

Este acontecimento movimentou todo o Instituto da CONFHIC, em que estiveram presentes a Superiora Geral, Ir. Maria da Conceição Galvão Ribeiro, e o seu Conselho, um grande número de irmãs das muitas Províncias desta congregação religiosa, bem como familiares, amigos e benfeitores. A TVI acolheu também este convite e fez a transmissão em directo da Eucaristia, para todo o país, possibilitando também o seu acompanhamento pela internet a todos os que vivem por esse mundo fora, e onde esta Congregação religiosa exerce a sua missão agentes (Europa, África, Ásia e Américas).

Em ambiente tão festivo, a Igreja Paroquial de Queijas foi pequena para acolher tão grande número de fiéis, para dar graças a Deus pelo 175.º aniversário de nascimento da Bem-aventurada Maria Clara do Menino Jesus. Vem-nos, assim, à memória as sábias palavras do Papa Francisco: “O Senhor pede tudo e, em troca, oferece a vida verdadeira, a felicidade para a qual fomos criados. Quer-nos santos e espera que não nos resignemos com uma vida medíocre, superficial e indecisa.” (Papa Francisco, GE, 1)

Partilho, neste espaço, as palavras de ação de graças que foram proferidas no final desta celebração, bem como o momento de intensa oração que se viveu junto do túmulo da Fundadora, no Convento da Casa Geral da CONFHIC, em Linda-a-Pastora, ao encerrar este dia jubilar:Estás comigo, Senhor!

Ação de Graças

Estás comigo, Senhor!
Quisera unir-me aos profetas, aos santos da terra e dos céus,
aos Teus, os simples, os puros, plasmados na humildade…
E na sinceridade,
dizer-Te com Mãe Clara:
Permaneça comigo a Tua paz, nos frutos do Teu Amor.
Com meu Senhor, dobre o canto da verdade,
da piedade e compaixão.
Irrompa do meu coração
a fonte da ternura e misericórdia
e, da tua glória, desça para nós Tua Luz.
Abre em mim a cítara do Teu Espírito,
e, na melodia, exaltar Teu louvor,
que o meu Senhor habita em meu coração…

Quisera com Mãe Clara
dizer-Te minha oração,
que a gratidão do seu viver se faz conselho
no pulsar do coração,
e ela me diz:
Sê grato a Deus,
que aos seus Ele protege como a pupila dos Seus olhos,
e, nos escolhos, pensa em ti!
E, hoje, aqui… que louvar, que agradecer?
Que haverá a bendizer?
- Um natal… uma alegria… um nascimento.
Mas sem talento… onde encontrar
a mais bela melodia?

Quisera, pois, cantar Maria,
Mãe de Cristo e nossa Mãe…
Mãe dilecta de Clara, a pérola mais bela
e rara do seu coração de filha.
No viver seus passos trilha,
mesmo rumo à Sua cruz
que a conduz à mais terna comunhão.
Seu coração lhe confia,
que p’ra Jesus honrar Maria
é honrar Jesus também.
Por isso, nossa voz canta,
que do amor se levanta, p’ra entoar:
Ave, Ave, Maria!
(Queijas, Eucaristia de Ação de Graças, 17.06.2018)

Momento de oração na cripta do Convento da CONFHIC, junto ao túmulo da Bem-aventurada Maria Clara
Coração que vê a largos horizontes

Nesta hora tão especial, de gratidão a Deus,
neste lugar sagrado, em sua presença,
continuamos nossa homenagem
à Bem-aventurada Mãe Clara,
Mulher, cuja vida foi Caridade em movimento.
Todos convidados à celebração do seu natal,
entoando um hino ao Amor
que, há 175 Anos, chamou à vida a Irmã Maria Clara!
Cantamos esse milagre da vida, percorrida
na felicidade de atravessar desertos,
    de vencer dificuldades,
    de criar oásis a mitigar a fome e a sede,
    de suavizar a dor e a solidão.

Mãe Clara, mulher feliz!
És esperança, alento, ternura, misericórdia,
para tantos necessitados e caídos no caminho:
órfãos, abandonados, esfomeados… a tua gente!
Gente que Deus te confiou!
Continuas, hoje, com a grande paixão
de fazer o bem onde há o bem a fazer.

Tua caminhada não terminou...
No presente, ressoa ainda a tua voz,
no testemunho da Palavra que escutavas na oração,
nas obras que transmitias com a vida,
nesse teu silêncio que fala a linguagem
do sonho que prepara a vitória de um mundo,
onde somos seres divinos,
com vocação e missão de semear a paz e instaurar o bem.

Tua vida de luz e sabedoria,
bordada de esperança,
impele-nos a seguir tuas pegadas de bênção,
que este mundo frio de sorrisos arrefece de Deus.
Fomos talhados, como tu, da rocha do Amor…
para a arte do Amor partilhar
e a todos ensinar a viver na confiança.

Mãe Clara,
em dia brilhante de luz,
evocamos tua vida de fé e de coragem
que Deus teceu com a força dos guerreiros
e a suavidade dos pássaros que voam.
Lembramos os fios de ouro,
com os quais as mãos de Maria bordaram
teu ser de atributos, lindos e belos,
tão singelos como os seus.

Ias matizando de cor teu coração
com brilhantes de virtude
que a solicitude iluminava de alegria.
Na humildade, grato, teu ser cantava,
em saudação à beleza: Ave, Ave Maria!
No espelho de Maria transformaste tua vida, Mãe Clara.
E, para nós, te tornaste
Templo de escuta e oração.
Rosto de ternura e misericórdia.
Perfume de humildade e contemplação.
Manto de compreensão e caridade.
Vaso transbordante de Esperança

És para nós
casa de simplicidade e despojamento,
promessa dos sorrisos de Deus,
nascente de paz e conciliação.
Coração que vê a largos horizontes,
pioneira de caminhos novos.

És regaço maternal de crianças órfãs,
apoio seguro de jovens e adultos,
esperança dos enfermos.
Consolo e abrigo de tantos velhinhos,
feliz irradiação da alegria.

És presença na solidão
e desventura, pálio do Amor
que agasalha e aquece,
coração atento e solícito.
Mão amiga da pobreza envergonhada,
alívio pronto das dores humanas.

[You are with us in moments
of loneliness and misfortune,
Your love protects, enfolds and warms us.
You have a heart that is attentive,
diligent and caring.
You befriend those ashamed of their poverty,
you are a quick relief to human pain and suffering]

De ti se diz e se acrescenta: és
poderosa intercessora dos favores divinos,
desafio perene de santidade,
sentinela vigilante à espera do Esposo.
Bênção de Deus à humanidade.

Bem-aventurada Mãe Clara, ao longo de toda a vida em missão soubeste ser sinal de Deus. O Seu olhar atravessou o teu coração e te fez ver a largos horizontes, como sentinela vigilante na noite. Fortalece os nossos passos no caminho do Bem e infunde em nosso coração o vigor na procura da face de Deus, nosso Horizonte Infinito. Amen!

PROVOCAÇÕES: 

Raízes com força de futuro! (Dr. Jorge Cotovio)

 HINO DO ANO JUBILAR - 175 ANOS NASCIMENTO DA BEATA MARIA CLARA DO MENINO JESUS

Letra: VIGILANTES … sob um Olhar providente!

Pauta: VIGILANTES … sob um Olhar providente!

Aúdio: VIGILANTES … sob um Olhar providente!

   

NOVENA DE PREPARAÇÃO PARA A FESTA DA BEATA MARIA CLARA DO MENINO JESUS

22 A 30 DE NOVEMBRO DE 2017

 

1º DIA - 22 DE NOVEMBRO

2º DIA - 23 DE NOVEMBRO

3º DIA - 24 DE NOVEMBRO

4º DIA - 25 DE NOVEMBRO

5º DIA - 26 DE NOVEMBRO

6º DIA - 27 DE NOVEMBRO

7º DIA - 28 DE NOVEMBRO

8º DIA - 29 DE NOVEMBRO

9º DIA - 30 DE NOVEMBRO

 

 

Momentos  da Eucaristia de abertura do Ano Jubilar da celebração dos 175 anos do Nascimento da Beata Maria Clara do Menino Jesus:

Acolhimento/Motivação

Homilia da eucaristia de abertura do Jubileu dos 175 anos de nascimento da Beata Maria Clara

Palavras da Superiora Geral, Ir. Maria da Conceição Galvão Ribeiro - Indulgência Plenária

Oração Jubilar:

ORAAO JUBILAR.jpg

 

Com o lema, Vigilantes na noite sob o olhar providente de Deus, a Congregação das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição inaugura um Ano Jubilar - 2017 - 15 de junho - 2018 - que celebra o 175º aniversário do nascimento da sua Fundadora, a Bem-aventurada Maria Clara do Menino Jesus. Nascida em 1843, viveu num tempo de profundas mudanças sociais, éticas e religiosas. No ano de 1871, com o Padre Raimundo dos Anjos Beirão, fundou a Congregação das Irmãs Hospitaleiras dos Pobres pelo Amor de Deus, como foi designada na sua origem. Carências, contradições, angústias, perseguições internas e externas marcaram o seu viver quotidiano. Na última carta dirigida à Congregação, a Fundadora entreabriu o segredo da sua força interior e da sua paz no meio de tantas turbulências: Embora as mais cruéis amarguras, perseguições e desgostos, vejo um olhar providencial de Deus que vela sobre nós. O Ano Jubilar faz memória das maravilhas de Deus na vida desta mulher que vislumbra no meio da noite, qual sentinela vigilante, os sinais da aurora no olhar providente de Deus. Atenta ao mundo que a rodeava, de coração aberto e compassivo, a Beata Maria Clara realçou, numa obra imensa, o que um desejo apenas pode esboçar. Estendeu, tanto na sua pátria como além-mar, uma assistência materna de alcance alargado a quem mais necessitava de cuidados de hospitalidade. Pioneira da ação social portuguesa, movia-a a dignidade ameaçada de vidas deitadas à sorte das adversidades: vidas inseguras, frágeis, esquecidas, ignoradas. Não poupava esforços ou meios humanos que pudessem ser resposta a qualquer pedido ou necessidade. Passa a sua vida e um rasto de luz permanece. Outras vidas seguem hoje os seus passos, vidas doadas, atraídas pelo Mestre que ela soube indicar. Hoje, é preciso vislumbrarmos esse mesmo olhar providencial de Deus para além das contradições e incertezas do mundo em que vivemos. Sob esse olhar, as nossas vidas tornar-se-ão fecundas e portadoras de esperança. Vamos embelezar este jubileu com a nossa gratidão pela vida da Bem-aventurada Maria Clara do Menino Jesus, hoje reconhecida pelo povo de Deus, através de inúmeras graças concedidas a quantos, por sua intercessão, a Ele recorrem. Porque muitos ainda não têm conhecimento deste facto, repetimos a notícia e o convite já feito: Durante este Ano Jubilar, por concessão da Sé Apostólica, poderão obter a Indulgência Plenária todas as pessoas que, mediante as condições necessárias, visitarem o túmulo da Beata Maria Clara do Menino Jesus, localizado na Cripta da Sede Geral da Congregação, em Linda a Pastora, diocese de LisboaVenha como peregrino! Não deixe passar este tempo de graça!

In Boletim nº 93, A Irmã dos Pobres